segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Senado Federal vai cumprir decisão judicial sobre URV


Ponto do Servidor - Freddy Charlson
Jornal de Brasília - 01/02/2010

SENADO FEDERAL VAI CUMPRIR DECISÃO JUDICIAL SOBRE URV
O final do mês de janeiro reservou boa notícia para os servidores do Senado Federal. É que a Casa, seguindo o exemplo do Tribunal de Contas da União (TCU), resolveu cumprir decisão judicial e pagará administrativamente a correção monetária da URV. A conquista foi comemorada pela direção do Sindicato dos Servidores do Poder Legislativo Federal e do Tribunal de Contas da União (Sindilegis) e dos filiados, que passaram o mês de recesso em luta pelo recebimento do direito, por meio de reuniões, assembleia, enquetes e comentários no portal da entidade. O esforço foi bem sucedido e os
servidores podem comemorar. "Alguns filiados chegaram a ficar descrentes, mas nunca perdemos a confiança. Está sendo cumprido, ainda que no último dia, o prazo estabelecido pela administração", afirma o diretor financeiro do sindicato, Leônidas Gonçalves. Para o membro do Conselho Fiscal Marco Antônio de Souza, "é uma conquista aguardada pela categoria, conseguida após diálogo com a direção da Casa".


PRESSÃO DO SINDICATO A PARTIR DE PEREGRINAÇÃO NOS GABINETES
A notícia do pagamento veio depois que o Sindilegis iniciou peregrinação nos gabinetes do Senado. Havia sido sinalizado que o pagamento administrativo, nos moldes do que foi feito no TCU no final de dezembro, poderia ser autorizado ainda em janeiro. A agonia chegou ao fim depois que o Sindilegis encaminhou ofício ao presidente do Senado em que a entidade sindical comprova que o pagamento já havia sido feito na Câmara dos Deputados. Segundo o documento, a outra Casa Legislativa contemplou seus servidores com dois pagamentos, que encerraram a dívida relativa à correção monetária da URV. Agora, as duas Casas só devem aos seus servidores os encargos financeiros dos créditos já reconhecidos, cuja quitação é reivindicada pelo Sindilegis.


MAIS NOTÍCIAS...