segunda-feira, 9 de maio de 2016

Servidores do Judiciário mobilizados


Jornal de Brasília     -     09/05/2016





O afastamento do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), traz incertezas para os servidores públicos do Judiciário. Para o Sindjus-DF, a saída dele pode dificultar ainda mais a aprovação dos projetos que preveem a reposição salarial para servidores do Judiciário Federal e Ministério Público da União (MPU). A categoria está mobilizada e tem uma agenda intensa nesta semana, para pressionar os deputados federais pela votação dos PLs 2648/2015 e 6697/2009.

 A ideia é que os servidores ocupem as galerias da Câmara e faça uma grande campanha pelas redes sociais. Uma mensagem-modelo que poderá ser enviada aos parlamentares por e-mail foi disponibilizada no site da Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário Federal e Ministério Público da União (Fenajufe). No ano passado, a categoria organizou diversos protestos, a exemplo da vigília em frente ao Congresso Nacional, para pressionar pela  derrubada do veto da presidente Dilma Rousseff ao projeto que reajustava os salários. Em vão.


Notícia Anterior
Próxima Notícia