quarta-feira, 6 de julho de 2016

Ministro do Planejamento defende reajustes de servidores


Jornal O Povo     -     06/07/2016




O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, defendeu que os projetos de lei tramitando no Senado Federal referentes a reajustes de servidores públicos devem ser aprovados.

Segundo ele, os reajustes estão alinhados com o ajuste fiscal e deverão ter impacto líquido de R$ 62,7 bilhões até o ano de 2018. O ministro argumentou que a proporção da despesa com pessoal tomando como referência o Produto Interno Bruto (PIB) está estável de alguns anos para cá.

Levando em consideração a previdência, os custos para os próximos anos chegam a um patamar de R$ 68,7 bilhões nos cofres públicos.

Segundo Dyogo Oliveira, é importante considerar que entre 2011 e 2015 os servidores acumularam ajuste médio de 18%, consideravelmente menor do que a média de 49,2% do setor privado no mesmo período. A inflação, além disso, chegou a 40,6% no decorrer desses anos.


Notícia Anterior
Próxima Notícia