sexta-feira, 23 de junho de 2017

Novo Regime de Previdência Complementar é discutido em palestra para servidores públicos


BSPF     -     23/06/2017




Brasília – Servidores públicos puderam discutir a reforma da Previdência, a migração de regime previdenciário e os planos de benefícios da Funpresp nesta quinta-feira (22/06) em palestra na Escola da Advocacia-Geral da União. Com a presença de gerentes e conselheiro da Fundação, o tema da Previdência Complementar foi escolhido por uma demanda dos servidores que queriam mais informações sobre o assunto. O evento foi transmitido pelo Facebook .

Quem abriu a palestra foi o procurador federal e conselheiro da Funpresp, Daniel Pulino. Ele destacou os principais pontos da atual proposta de reforma da Previdência, com foco nos impactos para o servidor público. Pulino também fez uma apresentação da Entidade e falou sobre a importância da democracia nas decisões institucionais. “Além da presença do participante nos órgãos colegiados por meio de eleição, é essencial que se acompanhe de perto a previdência complementar. O servidor tem que buscar notícias, checar o extrato, ficar por dentro das deliberações. Dessa forma, se tem um fundo mais seguro e saudável.”

Migração de regime – O também procurador federal e gerente Jurídico da Funpresp, Igor Lourenço, falou sobre a migração para o RPC, cujo prazo está aberto até 28 de julho de 2018 para quem ingressou no serviço público federal antes de 4 de fevereiro de 2013. “A educação previdenciária nunca existiu no serviço público, porque o Estado sempre foi incumbido de administrar a aposentadoria do servidor. Com a migração, o funcionário público ganhou a oportunidade de administrar a própria previdência”, afirmou.

Essa possibilidade, segundo ele, gera mais responsabilidade e requer informação adequada para que a melhor decisão seja tomada. “Não temos como dizer se é melhor migrar para o RPC ou continuar no RPPS, pois é uma questão individual, depende de muitos fatores pessoais. Mas é necessário pesquisar, fazer simulações“, aconselhou Igor.

Para finalizar a palestra, o professor da Universidade Federal de Pernambuco e gerente de Atuária e Benefícios da Funpresp, Cícero Dias, apresentou o plano de benefícios para os presentes, mostrando as formas de contribuição e as vantagens, como paridade da União, benefício fiscal, pensão vitalícia, cobertura para casos de morte, invalidez e sobrevida… “O servidor público precisa buscar informação para garantir segurança previdenciária para ele e sua família.”

Com informações da Funpresp


Notícia Anterior
Próxima Notícia