Planejamento lança Diretrizes de Educação para Aposentadoria do servidor público


BSPF     -      05/12/2018




Evento de lançamento reuniu dirigentes e servidores da área de Gestão de Pessoas do governo federal

As Diretrizes Gerais para a Promoção da Educação para Aposentadoria do servidor público foram apresentadas, nesta quarta-feira (5), a dirigentes e servidores da área de Gestão de Pessoas do governo federal. O evento, organizado pelo Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MP), teve o objetivo de abordar os principais pontos da Portaria nº 12 e de compartilhar experiências exitosas realizadas por órgãos integrantes do Sistema de Pessoal Civil da Administração Federal (Sipec).

“O ministério está trabalhando para melhorar a política de saúde do serviço público e as diretrizes gerais para educação para a aposentadoria fazem parte desse pacote que estamos preparando para a promoção à saúde”, afirmou Augusto Chiba, secretário de Gestão de Pessoas do MP.

Uma das preocupações do secretário é quanto ao trabalho dos órgãos para transformar o processo de transição dos servidores para a aposentadoria. “Se você não tiver um plano para depois que se aposentar, como você vai preencher sua vida? Quanto mais cedo o servidor se preocupar com isso, a transição se tornará mais fácil. Sempre esperamos muito a aposentadoria, mas não é um período fácil e precisamos ter atenção”, explica Chiba.

A portaria deve ser utilizada como referência durante o exercício profissional e ao longo da aposentadoria no serviço público. Os órgãos e entidades devem fomentar programas, projetos e ações de promoção da educação para aposentadoria que tenham o objetivo de fortalecer os fatores de proteção pessoal, psicossocial e organizacional associados à promoção do envelhecimento ativo.

Rosanne Alves, servidora do Ministério da Fazenda, foi ao evento para entender as diretrizes. Para Alves, a portaria da Secretaria de Gestão de Pessoas (SGP) veio num momento certo. “Espero que esta norma contribua com a mudança do servidor, pois o servidor precisa realmente saber o que fazer depois de se aposentar”, disse.

À tarde, os participantes do evento participarão de uma oficina sobre o tema. O objetivo é auxiliar na implantação dos programas de educação para aposentadoria do servidor público federal, apresentando experiências de sucesso e propostas de programas de capacitação, por exemplo.

Viver Bem

Durante a abertura do evento, Chiba também fez o lançamento da página Viver Bem, do Portal do Servidor. O objetivo deste ambiente virtual é divulgar os destaques dos projetos voltados para a qualidade de vida no serviço público, textos de especialistas sobre diferentes temas e casos de sucesso na Administração Pública Federal.

Além das Diretrizes para a Educação para Aposentadoria, é possível encontrar informações sobre saúde bucal, mental, alimentação saudável, exames periódicos e diversidade.

Fonte: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão


Compartilhe
Notícia Anterior
Próxima Notícia