Senador pede voto de repúdio por fala de Guedes sobre servidores


BSPF     -     12/02/2020




O senador Fabiano Contarato (Rede-ES) propôs em Plenário, nesta terça-feira (11), voto de repúdio ao ministro da Economia, Paulo Guedes, por ter comparado servidores públicos a "parasitas que estariam acabando com o hospedeiro", o Estado. A declaração do ministro foi dada em palestra na Fundação Getúlio Vargas, no Rio de Janeiro, no dia 7 de fevereiro, ao defender a agenda da reforma administrativa.

— Eu fiquei extremamente constrangido com a fala do ministro. Eu quero deixar claro que são servidores públicos os auxiliares de enfermagem, que cuidam dos nossos pacientes, dos nossos familiares; os bombeiros que salvam vidas; o policial que cuida da sua segurança. Nós temos que entender que nós temos que partir da premissa da regra, e a regra é que nós temos excelentes servidores tanto no âmbito municipal, estadual e federal. E se algum tem desvio de conduta, que as corregedorias ali atuem, e que expulsem, que estabeleçam a penalidade — ressaltou.

Contarato reconheceu que é preciso, sim, debater uma reforma administrativa, mas ponderou que o centro do debate precisa ser os privilégios de “verdadeiras castas do funcionalismo público” e suas atuais distorções.

— Não podemos tolerar que o titular de uma das principais pastas ministeriais deste governo assedie toda uma categoria de trabalhadores. Cabe ao Parlamento fazer o devido reparo em homenagem a esses profissionais que contribuem, diuturnamente, para a garantia da prestação de serviços públicos, dos mais elementares aos mais complexos — conclamou, ressalvando que o ministro e desculpou depois da repercussão de sua declaração. 

Fonte: Agência Senado


Compartilhe
Notícia Anterior
Próxima Notícia