quinta-feira, 9 de março de 2017

80% dos servidores do Itamaraty já testemunharam assédio moral


Blog do Vicente     -     09/03/2017



    
O Sindicato dos Servidores do Itamaraty (Sinditamaraty) divulga hoje uma pesquisa mostrando como está a percepção dos servidores da casa sobre o ambiente de trabalho. O resultado é alarmante. 

A pesquisa mostra que 80,3 % dos servidores dizem ter testemunhado assédio moral nos últimos cinco anos no Ministério das Relações Exteriores. Nos últimos seis meses, quando a pasta esteve sob o comando do tucano José Serra, 54,1 % testemunharam assédio moral.

O levantamento diz ainda que 34,9% dizem ter sido vítima assédio moral nos últimos seis meses e 66,1%, nos últimos cinco anos. Entre os servidores do Itamaraty, a situação funcional (cargo que ocupam) é apontada como motivo para assédio mais relevante do que sexo, raça ou orientação sexual.

Veja o que os servidores apontam como riscos psicossociais:

• Indefinição de cargos e tarefas entre assistente de chancelaria, oficial de chancelaria e diplomatas
• Pessoalidade na gestão de pessoas e regras, cuja a gestão é exercida por diplomatas
• Estilo gerencialista percebido por todos
• Distância entre chefia e subordinados
• Cisão entre as carreiras
• (Des) Organização do Trabalho como campo fértil para o assédio moral
• Falta de perspectiva de crescimento na organização.


Notícia Anterior
Próxima Notícia