quinta-feira, 14 de julho de 2016

Fazenda pode negociar com servidores da Receita Federal


Bem Paraná     -     14/07/2016




Brasília - Pressionado por auditores fiscais da Receita Federal por aumentos salariais, o Ministério da Fazenda sinalizou que poderá negociar com os servidores. Os servidores ouviram da Receita que o secretário executivo do Ministério, Eduardo Guardia, deverá recebê-los na próxima quarta-feira (20). Servidores da Receita Federal querem que o governo inclua a categoria entre aquelas que serão agraciadas por reajustes salariais este ano. 

Para aumentar a pressão, realizaram manifestações em três Estados. Na capital federal, ocuparam parte do Ministério da Fazenda. Como parte dos protestos, durante a manhã, os auditores realizaram uma operação padrão -quando deixam de cumprir plenamente suas funções- ao fiscalizar as bagagens de viajantes nos aeroportos de Guarulhos, em São Paulo, de Viracopos, em Campinas, e do Galeão, no Rio de Janeiro. Em Brasília, pouco mais de 100 manifestantes entraram no Ministério e ocuparam o 5º andar do prédio -onde fica o gabinete do chefe da pasta, Henrique Meirelles- para cobrar uma audiência com o ministro. Não foram recebidos por ninguém. Apesar do aceno do Ministério, o encontro com Guardia pode ser tarde.

Após reunião entre o ministro do Planejamento, Dyogo de Oliveira, com Jorge Rachid, secretário da Receita, realizada nesta quarta-feira (13), Dyogo afirmou a secretários da pasta que mandaria ainda nesta quinta (14) o projeto de lei que propõe ao Congresso os reajustes salariais de diversas categorias de servidores do Executivo. Os servidores reclamam que os reajustes já tinham sido acordados com a equipe econômica da presidente afastada, Dilma Rousseff, e que a nova equipe do presidente interino, Michel Temer, não quer honrá-lo.

Folhapress (Machado da Costa e Dimmi Amora)


Notícia Anterior
Próxima Notícia