quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Reajustes têm aval


Correio Braziliense     -     03/11/2016




O governo decidiu dar sinal verde ao aumento salarial para servidores de quatro áreas: as carreiras da Receita Federal e do Itamaraty, os fiscais do Ministério do Trabalho e os médicos peritos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A afirmação é do senador Romero Jucá (PMDB-RR), que deverá ser o novo líder do governo no Congresso Nacional.

Outras cinco categorias, incluindo a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal e funcionários do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit), já tiveram projeto de reajuste aprovados na semana passada em comissão da Câmara dos Deputados. O impacto financeiro deverá ser superior a R$ 2 bilhões no próximo ano.

Pactuado

Segundo Jucá, o Planalto ficou mais tranquilo para apoiar os reajustes desde a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC), que limita o aumento de gastos públicos, na semana passada. "Vamos aprovar o que já estava pactuado, desde a administração anterior. Isso o governo já havia decidido, mas o momento agora é melhor, porque esses reajustes não serão mais usados para confundir a defesa da PEC do teto", disse Jucá.

A proposta de aumento dos salários do Itamaraty é de 27,9% ao longo de três anos. A primeira parcela seria de 12,8%, paga em janeiro de 2017. As carreiras do ministério, porém, já rejeitaram a propostas de reajuste três vezes. Exigem equiparação salarial com outras carreiras do Executivo.


Notícia Anterior
Próxima Notícia